30.12.05

O PESO DA CARGA TRIBUTÁRIA

Há alguns dias, comentei, aqui, a questão do sufoco por que passa a classe média no Brasil. Falei, ainda, da pesada carga tributária que recai sobre esse importante segmento da sociedade brasileira. Hoje vou deixar de lado, um pouco, a inibição, para citar um exemplo da exploração de que é vítima a classe média.
Prestei, no mês passado, um serviço. Deveria ter recebido pelo mesmo o valor bruto de R$ 1.907,50. Esse valor não é uma grande quantia e não me foi pago por lucros de renda e sim por trabalho, trabalho honesto. Pois bem, vejam os descontos legais que sofri:
1- Imposto de Renda= 351,20
2-INSS= 381,50
3-ISS= 95,38
Total de descontos NA FONTE= 828,08 ( oitocentos e vinte e oito reais e oito centavos.)
QUASE A METADE DO QUE EU DEVERIA TER RECEBIDO PELA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS FOI PARA PAGAR TRIBUTOS ...
As classes produtoras e os ricos,em geral, não pagam praticamente impostos. Os pobres pagam muito pouco ou quase nada. Mas a classe média está sendo dizimada por essa absurda carga tributária. O que dói mais é saber que a soma fabulosa de dinheiro que entra nos cofres dos governos ( nos três níveis) é pessimamente empregada , quando não é desviada para o esquema de corrupção interminável...em governos de Direita, de Esquerda e de Centro...
Até quando aguentaremos calados tal coisa? Até quando seremos escravos dos governos?

(P.S- Em tempo- não falei da CPMF,que era para ser utilizada na saúde, que se paga quando é feita qualquer transação financeira... "Que País é este?")

Um comentário:

Naldo disse...

Vaninho

Concordo plenamente com a sua indignação da qual comugamos, tanto quanto a extorção do Governo quanto a sua corrupção, mas gostaríamos de alertá-lo quando as valores descontados de seu IR e INSS, cujos valores corretos deveriam ser os seguintes:

INSS - 11% S/R$ 1.907,50 = R$ 209,83
IR - 15% Calculado sobre a diferença resultante do valor bruto, menos o INSS. Do resultado, abatesse a "Parcela a Deduzir" de R$ 174,60 encontrando-se o valor correto do IR que deve ser R$ 80,05.

Você além de ser espoliado pelo Governo foi também roubado pela seu empregador. Vá buscar o que foi descontado a maior.

Um abraço do amigo

Naldo