7.12.05

A PENA DE MORTE NO BRASIL

A pena de morte, finalmente, foi "oficializada" no Brasil. Segunda-feira, 5 de dezembro de 2005, a Justiça brasileira "condenou à morte" uma senhora, pobre,de 79 anos, doente terminal, com câncer no intestino e no ovário. Encontra-se pesando apenas 40kg e mal pode ficar de pé durante o julgamento... Nem numa ambulância foi levada ao tribunal. Talvez um bicho de estimação (um cão, um gato, um coelho...) recebesse melhor tratamento.
Dona Iolanda, não se pode esquecer, é uma pessoa pobre, humilde... ex-catadora de lixo.
Dona Iolanda Figueiral, a "terrivel delinqüente", acusada de tráfico de drogas ( ela jura inocência, inutilmente), depois de duas horas de julgamento, a portas fechadas, recebeu a pena de 4 anos de reclusão, em regime fechado. Mas ,segundo os médicos, ela tem pouquíssimo tempo de vida. Assim, dona Iolanda, essa anciã, cujo crime hediondo consistiu em abrir uma sacola que jogaram no seu quintal, contendo 17 pedrinhas de crack, foi "condenada à morte" na prisão. Será , portanto, um caso que constará na História da (IN)Justiça brasileira.
Nos Estados Unidos, onde a pena capital existe formalmente, há muito tempo, quando alguém vai ser executado, na frente da penitenciária centenas de pessoas , com velas na mão, imploram e rezam para que o (a) sentenciado(a) receba o perdão. No caso de dona Iolanda, apenas duas pessoas ( a neta e nora) escreveram, em duas folhas de cartolina ( lhes foi proibido o uso de faixas de protesto), frases de revolta: " A JUSTIÇA TEM QUE SER IGUAL PARA TODOS" e "QUEREMOS TER O DIREITO DE PASSAR O NATAL COM MINHA AVÓ".
Indiferente a essa absurda ação da Justiça brasileira, a população paulista comemorava a vitória do Corinthians, o campeão... "Salve o Corinthians..."
E´isso aí!


( A matéria completa sobre a condenação à morte de dona Iolanda vcs. encontrarão na Folha de São Paulo, caderno Cotidiano, p.C3, 6/dezembro de 2005. Guardem essa matéria; ela é histórica)

5 comentários:

Anônimo disse...

Se ainda não foi feito comentário, isso se deve ao medo da população por causa da impunidade que reina neste país. Todos temos medo da bandidagem que está pelas ruas, no Executivo, no Cogresso Nacional e no poder judiciário. Está na hora do povo gritar e exigir as providências. Sim, a Pena de Morte é uma das alternativas, já que não temos um aparelho de segurança que nos livre desses bandidos, e depois, a justiça brasileira é essa mesmo que vocês conhecem, para não falar dos nossos legisladores.

Anônimo disse...

masa legau
gostei da estoria
hauhauhauhauhaushaushaushushausha
=***
maria paula

bvngv disse...

lesgauuuu d + pra +
kkkkk
=)))))

Anônimo disse...

Um ano depois, o que aconteceu com a pobre senhora?
Chegou a ser presa?
Se sim, o que merecem seus algozes?

Depois reclamam dos Comandos.
J.

Anônimo disse...

SOU A FAVOR DA PENA DE MORTE SIM PORQUE SE GASTA MAIS COM PRESO(CONSIDERANDO TODOS OS GASTOS) DO QUE COM ALGUÉM DECENTE QU ESTÁ DESEMPREGADO.
PENA D EMORTE JÁ.
BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO
CRIMES EDIONDOS: ESTUPRO, SEQUESTRO E TRÁFICO